3 de maio de 2007

um amor a dois... em palavras!


Parado envolto a lençóis brancos, nunca tinha se olhado com aquele sorriso no rosto. Abriu o olho devagar, sentiu o odor que pairava no ar e tinha acabado de acreditar que a felicidade ainda estava a flutuar por aquela atmosfera ser arrependimentos, sem crimes, sem perdões. Ainda não conseguia ver o espaço totalmente, já que o sorrir lhe impedia de enxergar perfeitamente tudo. Extasiado, sentia cansaço gostoso no corpo com marcas de momentos anteriores que ainda lhe tomam todos os pensamentos. Cheira devagar as cobertas enroladas naquela cama. Abre os braços como se pudesse ainda apalpar a sensação que estava sentindo então. Quando cai na tentação de duvidar das suas emoções, respira profundamente e olha pra frente. Perto da porta, alguém simplesmente o observa como se o olhar pudesse dizer que nada era imaginação. "Bom dia!" dizia aquele olhar e estava satisfeito.

"Foi numa noite, igual a esta
Que tu me deste o teu coração
(...)
E no terreiro
O teu olhar, que incendiou
Meu coração".*

Seus olhos parecem pedir carinho, atendido com gosto. Parece que dançam de rosto colado, sem nunca deixarem de se tocar. Parece que a lierdade é aquele quarto e todas as possibilidades são abertura de póros e sensação de prazer intenso. A limitação era o azul claro que o céu refletia. Aquele instante era do toque. Do sentir a pele massagear o ego. Alimento para a sensação de inteireza e do olhar a beleza do estar. Como se tudo fosse um camplo florido e calmo.

Nada era tão bonito do que o trivial. Duas xícaras estavam na pia, dois talheres ainda sobre a mesa, dois chinelos perto do sofá, duas escovas de dente no banheiro, dois olhares de desejo, 4 mãos a tocar os corpos. Tinha-se plena certeza de que o prazer esta intrínseco ao caminhar a dois!

"Eu vi quando você me viu
Seus olhos buscaram nos meus
O mesmo pecado febril
Eu vi... pois é, eu reparei
Você me tirou todo o ar
Pra que eu pudesse respirar
Eu sei que ninguém percebeu
Foi só você e eu

Foi só por um segundo
Todo o tempo do mundo
E o mundo todo se perdeu"**

Sucumbia a qualquer pedido expresso. Noites eram imagens reveladas em alta resolução com cores vibrantes. Passaram em revista o sentido de paixão e, embebecidos de incertezas, nem pareciam pensar nas dúvidas que os circundavam. Os únicos pensamentos estavam voltados para qual a cor da casa que iriam comprar, qual o melhor lugar para férias de amor ou por que o tempo não pode paralisar enquanto estão juntos.

Ele relaxou certo do afago. Enquanto ouvia coxixos no ouvido sentia com gosto uma barba que lhe roçava carinhosamente o pescoço. Depois do beijo, lembrou de agradecer mais cuidadosamente por ser público-alvo da identidade visual do outro.

"Não dá pra esconder
Nem quero pensar se é certo querer
O que vou lhe dizer
Um beijo seu
E eu vou só pensar em você"***

No contato com a vicissitude que acomete as palavras pensara sozinho se "havia belezza alí ou era criatividade minha"**** ainda sonha e continua ...

Ilustração: Vânia Medeiros

* Trechos da música Olha pro céu de Luiz Gonzaga e José Fernandes (cantada por Ceumar)
** Trechos da música Cupido de Cláudio Lins (cantada por Maria Rita)
*** Trecho da música Pensar em Você de Chico César (cantada por Daniela Mercury)
**** Trecho da música de Liminha e Vanessa da Mata (cantada por Vanessa da Mata)

5 comentários:

niltim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
niltim disse...

podia ser assim:
"Quando acordei não te vi ao lado. Olhei que não tinha mais roupas pelo chão. Mas juro que não tinha sonhado. Na cozinha tinha ainda restos da pizza gelada, na sala o odor de corpos que se tocam. De volta ao quarto, a cama tinha um gosto agradável. No criado-mudo um cartão e uma mensagem. O li e dei risada, tinha uma promessa ali. A minha pele tinha marcas quando olhei no espelho. Era completa, gostava de batom e cabelos borrados"

tá em - http://palavrascores.blogspot.com/

Raiça Bomfim disse...

Ah, esses dias...

Lua disse...

Ah esses sonhos...

E todo tempo do mundo se esvair num segundo? Vc sempre a mudar o meu dia.

Ingrid disse...

Deixei um desafio para vc aqui:
www.ingridklinkby.wordpress.com

beijo,querido!