8 de dezembro de 2007

Pra declarar minha saudade!



Parte VII - "Além da vida ainda de manhã de um outro dia"*

Tinha o desafio de ter a sensação de estar só. Já que sabia que ninguém mais ia chegar, fez zapping, leu textos interessantes na rede, tirou a camiseta, ouviu toda a lista de reprodução do computador e até cochilou um pouco. O que fazer da solidão do não. Não é um sim de tanto sim, como diria Caetano. É um jeito hipotético de não estar...

Mesmo que os vicios do entendimento ainda retomem o ar da desesperança limiar cotidiana, nada mais além do tato o fará completo. Conservar desejos semânticos, apuar a liberdade de sentir. O que falta para o prosseguir plástico e nada hermético? Há serenidade no querer?

O colapso de tais idéias premitem conclusões das mais improváveis, mas quem trataria com soberba a imagética das escolhas. O que te faz crescer, então é o caminho a que se dedica e, então, o choro redime! Anda pelo vazio simbólico, ninguém para abraçar no domingo ao final da tarde.

Antes disso, o telefone toca. Veste uma camisa qualquer, uma calça qualquer, anda pela rua quelquer, vai pra qualquer lugar se divertir. A compania não é qualquer. Não se desafia mais a ter convidados. Gosta sensivelmente.

Bonito. Ele tava bonito ontem a noite!

Fotos: João Meirelles

* Trecho da Música Se tudo pode acontecer de Arnaldo Antunes

8 comentários:

niltim disse...

Este post é dedicado à Léo Smile, Pedro, Rick, Alessandra e Celis.

beijos

Celine disse...

Crescendo sem adubo.
Alimentando sem degustar.
Linda é a paixão.
E tudo que se cria dela.

=***

Larissa Santiago disse...

ahhhh... a noite tudo fica mais bonitoo..
abraços niltim

Patrícia disse...

queria dizer o que não posso e nem sei.

Se cuide sempre, tenho cada vez mais olhado pra ti!
Te amo meu irmão!!!

Le Coupin disse...

Ele estava bonito para mim e para mais ninguém! A verdadeira beleza está na sensibilidade de quem vê!

Camila Costa disse...

Lindo post, Lindas fotos,
lindo, lindo, lindo...

Lipe du disse...

lindos os comentários, também.

Lipe du disse...

sua presença também não é qualquer... sinto cadsa vez mais vc perto de minha vida.. te amo muito, rei. pra sempre junto de mim!